Meu presente

Talvez tenha faltado um pouco mais de consideração minha com seu pedido naquele tempo, mas pensando bem acho que foi um pouco da correria daqueles últimos dias. E é verdade é também que eu estava feliz demais pra pensar direito. E acho que ainda melhor momento que aquele, é este. E não sei se teria um jeito melhor de mostrar o quanto estou feliz por ti, como escrevendo.

Gostaria de começar este teste agradecendo: obrigado, meu amigo! Obrigado por ter sido idiota o bastante pra cair naquela piada ainda mais idiota ainda, obrigado pelos conselhos durante todos estes anos, obrigado pela inspiração, obrigado por ser um dos primeiros (senão o primeiro) que acreditou de verdade em mim, obrigado pelos momentos e histórias ímpares que temos, mas obrigado acima de tudo pela amizade. E não por coincidência, nosso lema fala justamente disto: amizade.

Eram poucos os que me conheceram numa outra época (eu diria que quase uma outra vida) e acho que você foi o que mais conheceu. E seu jeito observador (caolho) ajudou bastante. Mas não era só isto, acho que desde aquela época eu sabia que podia contar contigo pro resto da minha vida. E sabia que sempre estaria ali pra você, seja o que o futuro guardasse pra gente.

Deve fazer mais de um ano que comecei a escrever este texto e se fosse te agradecer por cada momento, levaria mais alguns.. Mas hoje eu encontrei ele em meus rascunhos e vi que a vida será sempre o melhor texto que possa escrever. Então, vou finalizar o texto e continuar vivendo ao seu lado.

Além de te agradecer por tudo, de verdade, eu acho que devo muitas desculpas. Sei que sempre te feri com uma coisa em particular que é esse meu jeito reservado e fechado. Não é fácil e talvez nunca será para mim me abrir, me expor e dividir as minhas coisas. Mas tenho aprendido. Tirando as inúmeras outras coisas. É, eu realmente de devo muitas desculpas, meu caro.

Uma vez me disse que alguém te disse que somos parecidos. Eu me lembro de dizer que não achava, mas devo discordar de mim mesmo. Acho que eu sigo seus passos, porque pra mim você sempre será uma referência. Gostaria de demonstrar mais também o tamanho da minha admiração por você e talvez tenha errado tanto quanto a isso.

Desculpa pelo atraso também, era pra sua formatura, agora vai ser sem uma ocasião especial, mas pelo simples fato de que você merece de verdade. Andamos juntos (que na minha língua quer dizer te amo e te admiro).

Anúncios

About Luis Renato dos Santos

Um eterno crítico viciado em coisas boas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Autocritica

Textos fictícios de uma vida real. Sempre me critico com a mesma veemência que me idolatro. A autocritica já faz parte da minha vida.
%d bloggers like this: