Saudade

Uma palavra tão singular que só existe mesmo no nosso belo vocabulário. Deve ser por conta deste sangue latino que nos deixa assim um povo mais caloroso e potencialmente mais saudosos.

E que atire a primeira pedra aquele que nunca se viu vendo fotos antigas e ao mesmo tempo o coração não sentir este belo sorriso e, por vezes, até a garganta sentir um nó. Então para e escuta uma música daquela época e a mente já se refresca de belas imagens. Momentos que nunca mais voltarão, experiências que nunca mais sentiremos e amizades que hoje já não são tão fortes. Estes momentos são tão bons!

Lembrar de como fomos felizes em cada singular sorriso, em cada momento único, em cada dia que já passou é como atestarmos que esta valendo a pena cada momento. É imaginar-nos daqui uns anos, olhando as fotos de hoje e sabermos, termos a exata certeza que sentiremos falta deste momento. Deste exato momento.

Pronto. A lágrima já escorreu e você foi consumido por uma grande onda de emoção que nem ousa descrever ou entender. É sentimento e basta senti-lo. Mas lá no fundo você sabe que é bom. Ah, quantas saudades.

Anúncios

About Luis Renato dos Santos

Um eterno crítico viciado em coisas boas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Autocritica

Textos fictícios de uma vida real. Sempre me critico com a mesma veemência que me idolatro. A autocritica já faz parte da minha vida.
%d bloggers like this: